"Sim, me leva pra sempre, Beatriz Me ensina a não andar com os pés no chão Para sempre é sempre por um triz. Aí, diz quantos desastres tem na minha mão. Diz se é perigoso a gente ser feliz.

28
Abr 07

 Mais um fim de semana ...

No dia de hoje , depois de algumas horas de trabalho, virá o tão esperado descanso , que apenas de nome é real. ..

Sábado, dia de azáfama caseira , preocupação de mulher ...

Na solidão de uma casa que nas suas tão diminutas proporções parece enorme e onde apenas a voz exigente da minha filha que pede a minha atenção  quebra a  monotonia  do silêncio.

O despertar dela  pelas 6horas da manhã , acorda-me do doce esquecimento que o sono me proporciona...mas a alegria de viver da minha " pipoca " ,  dá-me animo para mais um dia ...e para todos os que virão !

Os fins de semana  são um bálsamo para continuar a lutar , num mar de problemas e dificuldades ...

Falta-me por vezes a vontade de viver... 

Não sei se aguento tanta desilução , tanta amargura ..., mas tenho que conseguir .

Devo tentar por   ela , pela  razão do meu viver pela  minha filha , princesa de um reino encantado , onde os principes ainda salvam as princesas  e vivem felizes para sempre .

Filha , leva-me para esse teu mundo lindo e inocente ...quero viver nele ...porque este onde somos obrigadas a permanecer é uma selva ...onde a justiça  não existe  e a maldade é rainha.

Não cresças , meu amor ...não percas a ilusão da felicidade .

publicado por marisol2007 às 10:10
sinto-me: Um pouco ...perdida.
música: why do all good things came to an end...

27
Abr 07

 

Hoje é o dia ...

Começo a minha viagem... na companhia de todos vós...

Como diz Fernando Pessoa " Não Sou nada .Nunca serei nada .Não posso querer ser nada.

Á parte isso , tenho em mim todos os sonhos do mundo . "

 Os sonhos , de uma vida , guardados no mais profundo do meu  ser...

Adiados ou esquecidos  num emaranhado de emoções e desencontros sem nexo nem futuro .

No entanto fazem parte de mim...sou eu ...espelhada em fragmentos desejados e nunca concretizados.

Talvez um dia ...quem sabe a vida mude ...e eu entenda os desvios desta vida...perceba o seu e o meu destino.

Hoje não vivo , sobrevivo , mas , na alma carrego o amor ...uma vida gerada por mim...por ti ...

que vejo crescer ...longe de ti.

Não sabes , não percebes ...só acusas.

No entanto , na injustiça do teu dedo apontado , o meu coração sofre , mas vive a alegria da reciprocidade de um amor limpo e verdadeiro...que jamais conhecerás .

Não te odeio , amor do meu passado ...apenas lamento ...

Tu não conheces a alegria da vida ...o sentimento contido na ternura do olhar de um filho , quando procura o nosso colo.

Tenho pena por ti. 

publicado por marisol2007 às 12:04
sinto-me: Desolada...

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26

29
30


mais sobre mim
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO