"Sim, me leva pra sempre, Beatriz Me ensina a não andar com os pés no chão Para sempre é sempre por um triz. Aí, diz quantos desastres tem na minha mão. Diz se é perigoso a gente ser feliz.

10
Jul 08

Neste momento , estendida no chão da  varanda , que me parece enorme , olho a imensidão do céu que perde aos poucos a luz do sol , num anoitecer que se torna mágico enquanto vai roubando a luz de mais um dia que...morre aos poucos.

Tenho o privilégio de ter uma vista linda daqui, e penso como é possivel no meio de tanta beleza , existirem sentimentos tãos mesquinhos...porquê tanto sofrimento?

Penso que muito gente sofre mais do que eu neste momento e sinto-me até egoista , porque enquanto outros sofrem com as guerras, com fome , com doenças , eu...sofro por ti!

Não consigo parar de pensar no que fui , no que fomos e o que restou de nós .

Sabes, não falo só de nós dois, mas também daquela flor que há seis anos preenche a minha vida , e que tu não soubeste preservar da tua vingança!

Aqui, olhando o céu...sinto saudades...de tudo o que fui...do que fomos,  e até do que poderiamos ter vivido !.

Mas também sei que tudo não passou de uma mentira...uma ilusão da minha alma romantica e poética  que idealizou o ...homem ideal, uma casa , uma familia...que nunca existiu.

Penso até que tu nunca soubeste o significado dessa palavra.

Para ti a felicidade era seres  livre, sem encargos nem responsabilidades...compromisso só com a diversão e o prazer.

É verdade, não posso esquecer o karaoke.

Sim, as cantigas no bar "Canta Latino ", eram o inicio das tuas noites coroadas com o prazer de umas horas bem passadas no seu final..com quem calhava ...a última amiga que te conheci foi uma senhora brasileira.

Pois ...a seguir a ela ...não sei...eu já havia posto fim á nossa farsa .

Foi o meu último acto num teatro a dois...

Depois disso , a tua vingança...

Naquele dia 20 de Agosto ...quando após um longo fim de semana passado em Espanha com a tua última conquista " Mila ",  eu em prantos te perguntei ...onde tinhas estado todo os fim de semana , sem um telefonema sequer...tu repondeste agressivo" Que tens a ver com isso ? Não tenho que te dar satisfações?"

Ligaste a televisão e carregaste no comando aumentando o volume de forma a não ouvires o meu choro ...e eu virei costas e fui buscar a nossa filha ao berço onde dormia inocente ... abri a porta e saí de casa. De uma  casa que era minha , mas na qual tu sempre mandavas e eu obedecia.

Mas naquele dia , desgastada e sem forças para mais , levei a bébe a casa dos meus pais e voltei ...voltei para terminar com o sofrimento.

E isso tu não me perdoas. O ter apontado a porta da rua , o ter-te obrigado a seguir outro caminho foi para o teu orgulho masculino ...uma afronta , e ali juraste que eu nunca mais teria paz.

E estás a cumprir...

...mentiras , ameaças, processos, tribunais  ...porquê?

Usas a tua filha com a qual nunca te preocupaste para me atingir...

Não o faças mais...por favor! 

Ela não tem culpa ...fomos nós que erramos ...e ela não tem que pagar por isso.

O vazio de afectos que a tua ausencia criou nela ...é natural e só tu podes mudar isso , mas não faças guerra porque ela hoje se recusa a ir contigo..., não a meaces com a GNR, como tens feito, não fales mal da mãe na frente dela , nem a  amedrontes com longos dias sem ver nem falar com a mãe...ela precisa de afecto, não de mais medos...

precisa de segurança e  não de se sentir ameaçada ...

e quando ela te pedir "papá , ajuda-me a fazer os deveres..." ajuda-a ...ela sentirá que estás ali por ela e para ela. se lhe respondes "nem morto , a tua mãe que o faça",

...é certo que nunca mais te pedirá ajuda , e nunca contará contigo.

Não mintas...ela já distingue o bem e o mal...e não gosta da mentira.

Pensa só nela ...e verás que todo esse ódio que carregas no peito ...desaparecerá  e serás mais feliz , tornando felizes os que te rodeiam . E a mais feliz será sem dúvida a nossa filha.

 

Como sempre acabo a desabafar as minhas mágoas aqui, quase como  palavras que nunca te direi , mas talvez um dia ...tu possas ler e entender que o ódio não só afasta  quem nos rodeia e nos conduz á solidão e amargura, mas pior do que isso ...destroi-nos por dentro...deixando um vazio ...que jamais conseguirás preencher.

E , neste fim de dia, perdida nestes pensamentos ...a noite já chegou e a filhota reclama a minha atenção ...

Sabes, tenho pena ...pena por ti ...foste tu quem mais perdeu...

- Já aqui vou, minha filha querida...estou aqui , contigo ...sempre aqui ...por ti e para ti .

 

 

publicado por marisol2007 às 13:00
sinto-me: Bem
música: Aquarela

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO