"Sim, me leva pra sempre, Beatriz Me ensina a não andar com os pés no chão Para sempre é sempre por um triz. Aí, diz quantos desastres tem na minha mão. Diz se é perigoso a gente ser feliz.

03
Mai 07

Lembro...

No dia de hoje  o  sol  escondido    ilumina com o seu brilho o cinzento triste das nuvens que teimam em manchar um céu imenso cuja côr não consigo definir .

A meio de uma manhã de trabalho , repleta de números e telefonemas , faço uma pequena pausa para um café , tentando recuperar folego para as árduas horas de trabalho que ainda me aguardam até ao almoço. Apesar de tentar evitar  os pensamentos e as velhas memórias  assaltam-me ...

Recuo alguns anos atrás , seis anos para ser mais precisa ...!

Após ter feito o teste de gravidez , e com o peito a transbordar de uma alegria imensa , corri até ti para te dar uma maravilhosa noticia...estava grávida.!

Porém o sorriso morreu antes de nascer...

A minha felicidade desapareceu ao ver o gelo dos teus olhos.Não me deste oportunidade sequer de falar...o teste com a marca bem visivel da vinda de um filho teu ...foi por ti esquecido no banco do carro ...e ...nem uma palavra ...!!!

Triste , chorando desalmadamente voltei para o resto de um dia de trabalho ...

As horas não passavam e os pensamentos e emoções atropelavam-se na minha mente e no meu coração...um filho vinha a caminho...simbolo e fruto do meu amor por ti...

Com o  desgosto ainda vivo do  filho perdido algum tempo antes e o medo de acontecer de novo...

E o teu desprezo doeu bem fundo ...como se o filho que crescia já dentro de mim tivesse sentido medo ...

Apenas uma palavra saiu da tua boca inespressiva e dura  " deixa-me"...

Neste  dia 3 de Maio , a triste memória de um homem cujo sentido de vida se resumia ao prazer da vida nocturna   , vem apenas reforçar a certeza de ter tomado a decisão certa ao deixar a tua vida ...

A constatação que o grande amor da minha vida fora um engano feriu mais do que eu esperava , mas fez nascer em mim um novo amor ...o amor de mãe!

Nesse dia  memorável que apenas foi assombrado pela   tristeza da tua indiferença , nasceu um sentimento maior , mais forte do que tudo ...o amor pelo filho que gerei e até hoje criei ...sempre sózinha ...mas que me enche de felicidade.

E , alegro-me por não ter feito um aborto como pediste...Não me arrependi um só minuto de nesse momento ter decidido defender aquela vida até ao fim das minhas forças ...

Até ao fim da minha vida !

Quanta frieza e insensibilidade existe no teu peito ...

E sabes , apesar das agruras da vida , de todas as dificuldades que enfrentei e  enfrento diáriamente , das tuas calúnias e mentiras ...

Da  tua ausencia na vida da nossa filha ...eu e ela  temos um amor lindo ...que tu nunca compreenderás  , nunca darás valor ...

Não serás nunca  como nós...  Sabes porquê ? Porque mesmo sem ti...somos felizes...muito felizes e só isso interessa.

E agora , neste momento...pouso a chávena do café e volto ao trabalho .

Espera-me ...um cliente que já reclama a falta de atenção...e as memórias perdidas na poeira do tempo dissipam-se .

As nossas vidas   continuam  .

Sabes , foste tu quem perdeu a razão de viver e  fui eu quem a encontrou !

Afinal , sou feliz...

Muito.

 

publicado por marisol2007 às 14:40
sinto-me: Contente
música: Sounds of silence

comentários:
Amiga desculpe a invasão mas, chorei ao ler sua historia, que força, que garra, que DEUS a preoteja sempre. Bjs
Nilze a 18 de Junho de 2007 às 22:15

Adorei ler o que li...
Muita força é o que vos desejo às duas...
Um beijinho enorme pela sua coragem.
Ana Silva a 23 de Junho de 2007 às 01:53

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO