"Sim, me leva pra sempre, Beatriz Me ensina a não andar com os pés no chão Para sempre é sempre por um triz. Aí, diz quantos desastres tem na minha mão. Diz se é perigoso a gente ser feliz.

25
Abr 10

O mar Santa Luzia

 

Este fim de semana, resolvi levar a familia a passear ...

Fugir da rotina e do stress diário de uma vida sem descanso.

Assim, no sábado de manhã, partimos rumo ao Porto onde almoçámos...

A visita ao estadio do Dragão e ao Dolce Vita e logo a seguir...rumámos para  Viana do Castelo.

A escolha não foi ao acaso, pois a tarde de sábado 24 de Abril foi ocupada com uma formação, no hotel Axis de VIana .Estes eventos são sempre úteis a quem de alguma forma pretende manter-se actualizado em termos profissionais, e por isso, apesar de ser uma cidade que eu já conhecia, optamos por ficar por ali durante o fim de semana.

Eu, a minha pipoca e o meu marido desfrutámos de uma cidade maravilhosa, uma vista única do alto a Santa Luzia e um jantar á beira mar que a minha pequena princesa adorou...

Apreciámos um concurso canino que fez as nossa delicias...

E no domingo, no regresso a visita ao zoológico da Maia...

Os animais que são uma paixaão da minha filha e o espectáculo de um leão marinho ..." O Chico ".

Bom, é certo que a vida está dificil e é preciso fazer sacrificios diários para que de vez em quando se possam cometer uns " pecados", se assim se podem chamar.

Nada de luxos, nada de extraordinário, mas com muita alegria e paz.

A filhota adorou o passeio e ela bem precisa de esquecer os problemas, tal como nós .

Adorei ...

Em familia , o melhor que se pode ter.

 

 

 

 

publicado por marisol2007 às 13:43

comentários:
Ao fazermos o mal, fazemos mal, em primeiro lugar, a nós mesmos. Aquilo que resulta desses actos é uma ferida noutras pessoas – se o mal que cometemos foi directamente contra alguém – e uma outra ferida, que permanece dentro de nós sob várias formas. Esta última é certamente ainda mais dramática do que a primeira. É uma espécie de terrível doença interior.
Existe o remorso. O desconforto de estarmos a sós connosco mesmos. Existe a angústia. E o desejo impossível de esquecermos. Existe a vontade louca de estarmos entretidos, a fuga à solidão e ao silêncio. A tentativa inútil de encontrarmos uma maneira de justificarmos perante nós mesmos os nossos actos. Existe o álcool… e a droga. E o medo. E, algumas vezes, o suicídio. A felicidade deixa de estar presente
Aquele que se perde é que encontra novos caminhos.
Cada lágrima nos ensina uma verdade.
ANTONIO a 4 de Maio de 2010 às 10:08

Caro antonio...a felicidade que sinto incomoda sempre alguem. Os momentos de felicidade que proporcionei a minha filha foram muitos e so isso conta. Aqui descrevi o que é o convivio saudavel de uma familia unida.
Se calhar amigo nao sabe o que isso é...
marisol2007 a 20 de Fevereiro de 2014 às 10:18

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


mais sobre mim
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO